Projeto

Sobre o Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo

O Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo, liderado pela OLIVUM, tendo a Universidade de Évora como parceiro, reconhece, reforça e valoriza o desempenho ambiental, social, económico e cultural, presente em toda a cadeia de valor do azeite, desde a produção da azeitona até ao azeite embalado, garantindo a sua sustentabilidade junto do consumidor final.

Nos últimos anos o Alentejo afirmou-se como a maior região produtora de azeite a nível nacional. Atualmente representa 52,8% do total da área de olival em Portugal. Esta mudança surge com a incorporação de novas áreas de regadio, sobretudo no Alqueva, e com a modernização de olivais tradicionais.

Em 2021, Portugal contava com 380 mil hectares de olival, com o Alentejo a liderar com 201 mil hectares, o que representa uma evolução de 43% desde 1997.

A instalação de olivais modernos, regados e mais eficientes, aumentou a produtividade mais de 6 vezes nos últimos 18 anos. À semelhança do olival, os lagares também se modernizaram, permitindo que a produção de azeite se tornasse mais eficiente, com melhor desempenho ambiental e melhor qualidade, permitindo que 95% do azeite produzido na região seja classificado com virgem ou virgem extra.

Esta alteração de tipologia de olival e de lagar permitiu afirmar o Alentejo como maior região produtora de azeitona e azeite a nível nacional. Crescimento esse, que não se prevê ficar por aqui, visto que muitos dos olivais recentemente instalados ainda não atingiram a plena produção.

Em 1997 o Alentejo produziu 99 mil toneladas de azeite, e em 2021 1 milhão de toneladas, o que representa um crescimento de 91%.

A revolução do setor olivícola no Alentejo, permitiu que em 2022 Portugal se tornasse o 6º maior produtor de azeite no mundo, e 3º maior exportador da União Europeia, com a região a produzir 85% do azeite nacional.

Esta melhoria de eficiência e aumento da produção fez com que o papel da azeitona e do azeite se expandisse por diferentes esferas, assumindo um papel de relevo no ambiente, na sociedade, na economia e na cultura da região do Alentejo e de Portugal.

É desta forma que surge o Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo (PSAA), com o objetivo de reconhecer as práticas sustentáveis, nas suas componentes ambientais, económicas e sociais, da sua produção, e reforçar e valorizar a marca azeite do Alentejo e a região.

O Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo (PSAA), é um projeto liderado pela OLIVUM em parceria com a Universidade de Évora, que visa colaborar de forma articulada com o maior número possível de produtores de azeite do Alentejo – numa abordagem de mútuo benefício baseada na partilha de informação – identificando e sistematizando um conjunto de práticas que promovam a sustentabilidade.

Este exercício traduzir-se-á no desenvolvimento de um referencial de sustentabilidade, que permita avaliar e classificar de forma criteriosa a produção, para que esta possa ser certificada, aumentando o reconhecimento da qualidade e do valor do azeite produzido no Alentejo.

O desenvolvimento de um programa comum para a região parte da convicção de que uma estratégia coletiva resulta em ganhos de eficiência e maximiza resultados. O Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo (PSAA) irá assim, sempre na ótica da cooperação, criar valor na produção e no produto, tornando-os mais competitivos, sustentáveis e uma referência internacional.

Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo

Missão

Reforçar a imagem e o valor do azeite produzido na região do Alentejo, dando a conhecer de forma credível e transparente a sua produção sustentável e os contributos ambientais, económicos, sociais e culturais que presta à região e ao país.

Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo

Visão

Afirmar o azeite produzido na região do Alentejo, enquanto produto competitivo, sustentável, de alta qualidade, com valor acrescentado e uma referência a nível internacional.

Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo

Valores

Cooperação | Transparência | Credibilidade | Eficiência

Parceiros

A OLIVUM, Associação de Olivicultores e Lagares de Portugal, fundada no final do ano de 2013 surge da crescente necessidade de representar, defender e reforçar os interesses de um setor que se transformou, modernizou e evoluiu – o setor olivícola de Portugal.

A OLIVUM, entidade líder do Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo, visa, no decorrer e após o término do projeto, apoiar os olivicultores e produtores de azeite, da região do Alentejo, na melhoria do desempenho ambiental, social e económico da sua atividade, garantindo o seu devido reconhecimento e promovendo o seu valor. Entre em contacto com a entidade líder, aqui.

A Universidade de Évora, entidade parceira do Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo, tem competências e conhecimento nas áreas de investigação, entre outras, de Agronomia e Biodiversidade, Geofísica, Ambiente e Paisagem, e Economia e Gestão.

A Universidade de Évora tem assim como objetivo auxiliar a entidade promotora (OLIVUM) com o seu contributo técnico e transferindo conhecimento existente e, em caso de necessidade, produzindo conhecimento de base.

Morada

Rua Blasco Hugo Fernandes n.º3, 7800-591 Beja

Copyright © 2024 PSAA Programa de Sustentabilidade do Azeite do Alentejo Todos os direitos reservados.
Developed by ShiftThinkers